jusbrasil.com.br
16 de Janeiro de 2019
    Adicione tópicos

    Judiciário estadual lança livro História das Comarcas Pernambucanas

    há 8 anos

    O Tribunal de Justiça de Pernambuco (TJPE), através do Centro de Estudos Judiciários (CEJ), promoveu nesta sexta-feira (20), às 10h, o lançamento do livro História das Comarcas Pernambucanas , no Salão Nobre, do Palácio da Justiça. Em sua segunda edição, a obra representa uma síntese da atuação do Judiciário pernambucano através do tempo, revelando dados sobre a criação de cidades e comarcas, além de trazer uma relação de magistrados de cada uma delas.

    Idealizado pelo então presidente do TJPE em 1994, desembargador Carlos Xavier Paes Barreto, o livro teve sua reedição programada na gestão do desembargador Jones Figueirêdo Alves à frente do Tribunal. A iniciativa foi colocada em prática através do trabalho de uma equipe coordenada pelo juiz Carlos Moraes e pela chefe de Secretaria do CEJ, Lourdinha Campos. No total, foram pesquisadas 150 comarcas, no período de dez meses, sendo a compilação de dados finalizada em outubro de 2010, na atual gestão do desembargador José Fernandes de Lemos.

    Na abertura do evento, o presidente do CEJ, desembargador Jones Figueirêdo, ressaltou a obra reeditada como um documento de importância relevante que prestará um serviço de utilidade pública, contribuindo tanto para a pesquisa, quanto para a manutenção da memória judiciária. O magistrado agradeceu ainda o caráter empreendedor do atual presidente do TJPE, desembargador José Fernandes, que reconheceu a necessidade da obra, dando total apoio a sua reedição, e também à dedicação da equipe do CEJ ao projeto. “O esforço de todos resultou num livro de excelente qualidade e de valor histórico indiscutível para esta e às futuras gerações. É uma obra que passará por uma atualização constante, através dos anos. Essa é a nossa proposta”, avaliou.

    O desembargador José Fernandes de Lemos destacou a praticidade de se consultar numa só obra, dados históricos e estatísticos que formam a estrutura judiciária de todo o estado. “A partir de obras como esta é que se perpetua a identidade da Justiça, numa linguagem acessível e condensada”, disse. O presidente do Judiciário estadual, agradeceu também a presença do desembargador Carlos Xavier Paes Barreto, ex-presidente do TJPE, que teve a ideia de lançar o livro em 1994, realizando um efetivo trabalho de pesquisa, através de visitas a todas as comarcas numa época em que o acesso a muitas delas era a estrada de barro.

    Segundo o desembargador Carlos Xavier, ver a obra que idealizou sendo relançada foi um motivo de grande realização pessoal e profissional. “Sempre fui uma pessoa voltada para a pesquisa histórica e achei importante publicar um livro que servisse de fonte de pesquisa para a atuação do Judiciário ao longo dos anos. Uma his¬tória tão rica tinha que ser contada para a sociedade numa linguagem acessível e de conteúdo abrangente”, afirmou.

    Presentes- Prestigiaram o evento o corregedor geral de Justiça, desembargador Bartolomeu Bueno, além dos desembargadores Alexandre Assunção, Antônio de Melo Lima e Manoel Alves, a equipe do CEJ, e o defensor público Wilton Carvalho, representando a Defensoria Pública do Estado. O lançamento contou ainda com a presença de juízes e representantes da imprensa.

    ..............................................

    Ivone Veloso | Ascom TJPE

    0 Comentários

    Faça um comentário construtivo para esse documento.

    Não use muitas letras maiúsculas, isso denota "GRITAR" ;)